Rádio Esmeralda

TEL: (54) 3231.7800 | (54) 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS) | (54) 9 8418.6298 (WHATSAPP)

Compartilhar

facebook twiter google plus linkedin

classificados

Six Interfaces Figueiró Super Util

Esporte

Inter vence Juventude por 1 a 0 e abre vantagem no Alfredo Jaconi

02/05/2016

O Inter venceu o Juventude por 1 a 0 na tarde deste domingo, no estádio Alfredo Jaconi, e saiu em vantagem na final do Campeonato Gaúcho de futebol. Em um jogo de poucas oportunidades, Andrigo marcou um belo gol, após passe de três dedos de Vitinho, ainda no primeiro tempo. Na segunda etapa, o clube de Caxias do Sul pressionou, mas não criou chances para igualar o placar.

 

A segunda partida da decisão está marcada para o estádio Beira-Rio, no próximo domingo, às 16h. Para o Inter conquistar o terceiro hexacampeonato da sua história precisa de um empate ou de vitória com qualquer placar. Já o Juventude precisa vencer por dois gols de vantagem. No caso de 1 a 0 para os comandados de Antônio Carlos Zago, a decisão será nos pênaltis.

 

 

Andrigo marca golaço e coloca o Inter em vantagem

 

O Juventude iniciou a partida pressionando o Inter, mas rapidamente o time da Capital conseguiu igualar as ações e passou a buscar o ataque. Nos primeiros 10 minutos, o jogo foi marcado por muitos combates no meio de campo na disputa pela bola e poucas oportunidades de gols. A primeira surgiu com Roberson, que recebeu passe de Pará na intermediária. Sem marcação, o atacante avançou e experimentou de longa distância. O chute saiu forte, mas Alisson fez defesa segura.

 

Sete minutos depois, o Inter criou a primeira chance de gol. Vitinho “pedalou” para cima de Lucas e cruzou rasteiro. A bola atravessou a área e Sasha se jogou, mas, por pouco, não conseguiu alcançar e chutar para o fundo das redes. Aos 21min, em um rápido contra-ataque, Vitinho lançou Andrigo de três dedos na direita de ataque. O meia avançou e chutou forte no ângulo direito de Elias. Inter 1 a 0 Juventude.

 

A equipe local respondeu aos 26 min com Hugo. O meia recebeu lançamento nas costas de Paulão, avançou e no interior da meia-lua chutou forte. Alisson, com a ponta dos dedos, desviou a bola que passou rente ao travessão. No restante do primeiro tempo, o Juventude tentou de todas as formas chegar até a meta do Inter, mas não teve forças para superar a defesa do Colorado.

 

Aos 43 min, Vitinho passou para Andrigo e recebeu de volta dentro da área. O atacante tocou na bola, recebeu toque de um adversário e caiu. Entretanto, o árbitro Leandro Vuaden entendeu como jogada normal e mandou a partida seguir. Mesmo com dois minutos de acréscimos, a primeira etapa terminou em 1 a 0 para o Inter.

 

Juventude pressiona, mas não cria oportunidades

 

As duas equipes retornaram para a segunda etapa sem alterações. Porém, o Juventude aumentou a presença no campo ofensivo, mas foi o Inter que criou a primeira oportunidade. Aos 24 segundos, Andrigo, pela direita de ataque, serviu Anderson dentro da área. O meia bateu de primeira e Elias fez excelente defesa, espalmando pela linha de fundo.

 

Aos cinco minutos, Hugo cruzou da esquerda de ataque, Bruno Ribeiro acertou a cabeça e a bola passou próximo ao travessão de Alisson. Depois do lance, Inter e o time local alternaram a posse de bola, mas sem conseguir superar a defesa adversária. Aos 16, Hugo chutou de dentro da área e a bola bateu no braço direito de Ernando. Jogadores do Juventude pediram pênalti, mas Vuaden mandou seguir o jogo.

 

Aos 18, Argel retirou Anderson e colocou Marquinhos. Depois de fazer a segunda falta por trás, Vitinho acabou expulso aos 22. Com um a mais, o Juventude aumento a presença no campo ofensivo, mas seguia com dificuldades para superar a defesa adversária. Aos 30, Raphinha entrou no lugar de Sasha.

 

O Juventude seguiu pressionando e, aos 35 min, tinha 50,9% da posse de bola contra 49,1% do Inter. Porém, seguia sem conseguir criar chances claras de gols. Andrigo sentiu um problema no posterior da coxa e acabou substituído por Jair.

 

Aos 47 min, Hugo cobrou em cima da linha da grande área, a bola desviou em um jogador da barreira e saiu pela linha de fundo. O Juventude buscou o empate até o apito final de Leandro Vuaden, mas não conseguiu o gol.

 

Gauchão 2016 – 1ª Partida da final

 

Juventude

Elias; Lucas, Klaus, Heverton e Pará (Sassá); Wanderson (Felipe Lima), Itaqui (Wallacer), Bruno Ribeiro e Hugo; Dieguinho e Roberson. Técnico: Antonio Carlos

 

Inter

Alisson; Paulo Cézar Magalhães, Paulão, Ernando e Artur; Fernando Bob, Fabinho, Anderson (Marquinhos), Andrigo (Jair) e Eduardo Sasha (Raphinha); Vitinho. Técnico: Argel Fucks

 

Gols: Andrigo (21min/1ºT)

Cartões amarelos: Hugo e Lucas (J) e Vitinho, Andrigo, Anderson e Fabinho (I).

Cartão vermelho: Vitinho (I)

 

Público: -

Renda: R$ -

 

Árbitro: Leandro Vuaden

Auxiliares: José Javel Silveira e Lúcio Beiersdorf Flor

 

Local: Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS)

 

Foto: Ricardo Giusti

Fonte:http://correiodopovo.com.br/Esportes/Futebol/Inter/2016/05/585913/Inter-vence-Juventude-por-1-a-0-e-abre-vantagem-no-Alfredo-Jaconi

Compartilhar

facebook twiter google plus linkedin

Comente este post!