Rádio Esmeralda

TEL: (54) 3231.7800 | (54) 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS) | (54) 9 8418.6298 (WHATSAPP)

Compartilhar

facebook twiter google plus linkedin

classificados


  • CLASSIFICADOS 19/06/2019



    EMPREGO



    - Contrata-se operador de guincho munck com experiência. Int. Tratar pelo fone 9 9973 1708.



     



    - Moinho Vacaria seleciona eletricista com experiência comprovada em carteira e pretensão salarial. Int. Deixar currículo na portaria da empresa.



     



    - Frutini seleciona candidatos com experiência em Pulverizador Autopropelido (aranhão) de no mínimo um ano para atividades em lavouras. Currículos para o e-mail
    recrutamento@frutini.com.br ou diretamente no escritório da empresa.



     



    - Um senhor faz limpeza de caixa d’água, instalação hidráulica em geral, desentupimento canos, fossas, pias, ralos tanques e muito mais. Int. Tratar pelos fones 9 9959 2240 ou 9 9938 5435. Com Gilmar.



     



    - Um senhor se oferece para fazer e reformar cercas em sítios ou fazendas. Int. Tratar pelos fones 9 8408 3487 ou 9 9934 1152. Com Jorge dos Santos.



     



    - Um rapaz faz taipas, floreiras de pedras, calçadas, limpezas de pátio e cortes de grama. Int. Tratar pelo fone 9 8412 6243 ou 9 9225 8060.



     



    - Uma família se oferece para trabalhar em granja, possui experiência de 10 anos em hortifruti e aviários. Int. Tratar pelo fone 9 9642 0585 com Luciano.



     



    IMÓVEIS



    - Troca-se uma casa de 3 pisos, mais meio terreno, fechada de muros, portões elétricos em Caxias do Sul, por uma área de terra na região de Vacaria e Bom Jesus. Int. Tratar pelo fone 9 9605 0040.



     



    - Procura-se uma casa para alugar, para um homem sozinho, de preferência nos bairros Petrópolis ou Kennedy valor razoável. Quem tiver para alugar entrar em contato pelo fone 9 9640 2969.



     



    - Procura-se uma casa para alugar uma casa que tenha garagem e 4 quartos. Quem tiver para alugar entrar em contato pelo fone 9 8406 7230 com Maria.



     



    - Aluga-se apartamento com dois dormitórios, garagem, peças amplas e bem arejado, na esquina da Rua Assis Brasil com a Samuel Guazzelli. Int. Tratar pelo fone 3232 1850.



     



    ANIMAIS



    - Vende-se uma cadela da raça Pit Bull com 4 meses de idade, todas as vacinas em dia, valor R$ 800,00 parcela-se em até 6x sem juros no cartão. Int. Tratar pelo fone 9 9995 3229.



     



    - Vendem-se filhotes de linguiçinha puro. Int. Tratar pelo fone 9 9910 6961.



     



    VEICULOS



    - Vende-se um caminhão Fiat Feneme 180, ano 76 truck. Int. Tratar pelo fone 9 9953 5132.



     



    - Vende-se corsa hatch ano 2005, cor prata 4 portas, com travas elétricas, insulfilm e alarme, impecável. Int. Tratar pelo fone 9 9973 7043.



     



    DIVERSOS



    - Vende-se um terreno grande 4x4 metros com base e duas gavetas no cemitério Santa Clara. Int. Tratar pelo fone 9 8124 7276.



     



    - Vende-se lenha, entrega a domicilio. Int. Tratar pelo fone 9 9920 7673 Dirceu das Rosas.



     



    - Vendem-se dois jazigos no cemitério Santa Clara. Int. Tratar pelo fone 9 9959 3227.



     



    - Vendem-se blocos de cimento. Int. Tratar pelo fone 9 9694 2461.



     



    - Foi perdido um óculos de grau azul. Quem encontrar entrar em contato pelo fone 9 9689 7748. Gratifica-se.



     



    DOCUMENTOS



    - Foram encontrados os documentos de:



    Ailton Ferreira Cabral



    Ana Cláudia Vedana



    Cassandra Martins Cabral Rodrigues



    Leonardo A Teixeira



    Leonardo Vieira  Mancio



    Renata Aparecida Borges da Silva



    Rosangela Rodrigues Biazus



    Vitoria Carvalho Santos



    Os mesmos devem retirar na Portaria da Rádio Esmeralda, em horário comercial.


Six Interfaces Figueiró Super Util

Tecnologia

Redes sociais: um mundo melhor do que você imagina

05/04/2016

A polarização dos debates, os discursos inflamados - ainda mais em temporada de rachas políticos - e a falta de respeito pela opinião alheia levam a crer que redes sociais, a exemplo do Facebook, fomentam apenas brigas, egocentrismo e a proliferação de memes que muitas vezes espalham, tão somente, mentiras e provocações. Os detratores da vida que brota na web podem se apoiar no fiasco do programa de inteligência artificial lançado há duas semanas pela Microsoft, integrado ao Twitter: ao compilar dados de tuítes, o software imitou o comportamento de adolescentes nas trocas de mensagens de 140 caracteres. O efeito inesperado é que o robô acabou por se tornar racista, misógino e tarado (convenhamos, a simulação pode ter se saído perfeita demais). Na outra ponta, os defensores das redes sociais alegam que tratá-las como poço de posturas tortas é bobagem, pois os sites de relacionamento promovem a democracia e aproximam indivíduos com pontos de vista distintos. Um estudo internacional, publicado pela universidade inglesa College of London no mês passado, chegou a uma conclusão surpreendente: ambos os lados estão errados (e, ao mesmo tempo, têm alguns acertos). A pesquisa, realizada em oito países, incluindo o Brasil, e que ganhou o didático nome de Why We Post ("Por que postamos"), revelou que por trás das curtidas e dos compartilhamentos há mais nuances do que preconizavam os julgamentos precipitados, ora de descrença, ora de absoluto entusiasmo pela novidade (veja exemplos nos quadros desta reportagem).

"Descobrimos que as redes sociais acabam por refletir aspectos culturais, morais e políticos que já estavam enraizados na cultura de cada um", analisa o brasileiro Juliano Spyer, um dos nove antropólogos que realizaram a pesquisa. "Elas não criaram um mundo novo. Apenas emularam, no formato virtual, o que existia." Cada um dos cientistas morou durante quinze meses em uma das localidades selecionadas e observou como a população local usa os sites. Além de 230 brasileiros, quase 2 000 chineses, chilenos, indianos, ingleses, italianos, turcos e trinitários (da ilha caribenha de Trinidad) tiveram seus perfis on-line avaliados. Explica Spyer: "Escolhemos iluminar áreas que ainda não haviam sido devidamente analisadas em seu uso das redes. Fizemos isso para não chegar aos resultados de sempre, que acabam por ser viciados, exacerbando como globais hábitos que não passam de locais, como os adotados nos Estados Unidos, tradicional ponto de estudos".

Fonte:http://veja.abril.com.br/noticia/vida-digital/redes-sociais-um-mundo-melhor-do-que-voce-imagina

Compartilhar

facebook twiter google plus linkedin

Comente este post!