Rádio Esmeralda

TEL: (54) 3231.7800 | (54) 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS) | (54) 9 8418.6298 (WHATSAPP)

Compartilhar

facebook twiter google plus linkedin

classificados

Six Interfaces Figueiró Super Util

Região

MEC "reprova" cursos de medicina da UFRGS e da UFPel

19/12/2014
Dois cursos de medicina de universidades federais do Estado tiveram desempenho insuficiente na avaliação do Ministério da Educação (MEC). Em uma escala que vai de 1 a 5, a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e a Universidade Federal de Pelotas (UFPel) alcançaram nível 2 no Conceito Preliminar de Curso (CPC). Foram avaliados pelo governo em 2013 157 cursos de medicina em todo o País, e 27 ficaram com o nível insatisfatório. Os dados sobre o Conceito Preliminar de Curso (CPC) e do Índice Geral de Cursos (IGC), referentes às avaliações aplicadas nas instituições de ensino superior em 2013, foram publicados hoje no Diário Oficial da União. Além dos cursos de medicina, foram avaliados no ano passado as graduações em agronomia, biomedicina, educação física, enfermagem, farmácia, fisioterapia, fonoaudiologia, medicina veterinária, nutrição, odontologia, serviço social e zootecnia. Também receberam os conceitos os cursos tecnológicos de agronegócio, gestão hospitalar, gestão ambiental e radiologia. Os dados completos estão disponíveis no Diário Oficial. O diretor da Faculdade de Medicina da UFRGS, José Geraldo Lopes disse à Rádio Gaúcha que já esperava esse resultado. Ele justificou o desempenho pelo fato de que a maioria dos estudantes do último ano do curso boicotou a prova do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) - principal critério para a definição do conceito de curso. Já a vice-reitora da UFPel, Denise Gigante, atribui a nota baixa à falta de infraestrutura da universidade, que não possui um prédio próprio para o hospital universitário. A estrutura é dos critérios que compõe o conceito dos cursos. A UFPel já garantiu a aprovação do projeto para a costrução do prédio próprio e as obras devem começar no ano que vem. Cálculo das notas O CPC avalia o rendimento dos alunos no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes - Enade (55% do total da nota), a infraestrutura (15%) e o corpo docente (30%). O indicador varia de 1 e 5, e o Ministério da Educação considera insuficiente qualquer conceito com notas 1 e 2. O cálculo do IGC inclui a média ponderada dos Conceitos Preliminares de Curso (CPC) e os conceitos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), responsável por avaliar os programas de pós-graduação das instituições. Confira o desempenho das universidades gaúchas que tiveram seus cursos de medicina avaliados: UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL - 4 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE (Furg) - 4 UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS - 3 UNIVERSIDADE DE PASSO FUNDO (UPF) - 3 PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL (PUCRS) - 4 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL (UFRGS) - 2 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA MEDICINA SANTA MARIA (UFSM) - 3 UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS (UFPEL) - 2 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE PORTO ALEGRE - 4 UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL (Ulbra) - 3
Fonte:ClicRBS

Compartilhar

facebook twiter google plus linkedin

Comente este post!