Rádio Esmeralda

TEL: (54) 3231.7800 | (54) 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS) | (54) 9 8418.6298 (WHATSAPP)

Compartilhar

facebook twiter google plus linkedin

classificados

Six Interfaces Figueiró Super Util

Política

Sartori entrega poema a secretários em primeira reunião

29/12/2014
O governador eleito José Ivo Sartori (PMDB) reuniu o secretariado na manhã desta segunda-feira para apresentar as metas do governo para 2015. Os secretários tiveram a oportunidade de expor os objetivos de cada pasta. A reunião, que ocorreu na Companhia de Processamento de Dados do Rio Grande do Sul (Procergs), durou cerca de duas horas e foi fechada para a imprensa. No encontro, o peemedebista entregou aos secretários um poema de Geir Campos. Segundo a assessoria de imprensa, cada secretário apresentou uma análise dos relatórios entregues pelas pastas. O governador, no entanto, não deu maiores detalhes sobre as ações prioritárias dos primeiros meses de gestão, como era esperado. José Ivo Sartori afirmou que o encontro serviu para que os responsáveis “se conhecessem melhor”. Segundo o governador eleito, 18 secretários apresentaram suas análises das radiografias das secretarias, mas não expuseram seus projetos e nem metas para o início de 2015. Segundo Sartori, o encontro foi apenas de integração. “Hoje foi única e especificamente para tratar de nos conhecermos todos melhor, de todos procurarem colocar suas preocupações, da vida que tiveram, da maneira que vão encarar. Eu agradeci também a eles pelo desafio de terem aceitado a solicitação que fiz, de participarem do nosso governo e, com isso, me dá a dimensão de que tenho a confiança de todo esse pessoal. Que todos nós vamos trabalhar de forma unida e integrada”, explicou o peemedebista – que não contou com a presença do seu secretário de Segurança Pública, Wantuir Jacini. Para o futuro chefe da Casa Civil, Márcio Biolchi (PMDB), o que mais preocupa a nova gestão é a manutenção de programas que já estão em andamento e passarão pela transição dos dois governos. Entre eles a Operação Golfinho, iniciada em dezembro, e o início das matrículas escolares da rede estadual, que ocorrem tradicionalmente nas primeiras semanas de janeiro. O futuro governador apontou que todos os secretários já têm conhecimento da realidade de cada pasta. No entanto, ainda não foram discutidas as prioridades para os primeiros meses de 2015 em cada secretaria. O encontro, segundo Sartori, também serviu como orientação a cada gestor principalmente para o dia da posse, que acontecerá na tarde do dia 1 de janeiro. Possíveis nomes para administrar as estatais também não foram discutidos. O próximo chefe da Casa Civil apontou que a análise de nomes para as companhias deverá ocorrer somente após a posse.
Fonte:Correio do Povo

Compartilhar

facebook twiter google plus linkedin

Comente este post!