Rádio Esmeralda

TEL: (54) 3231.7800 | (54) 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS) | (54) 9 8418.6298 (WHATSAPP)

Compartilhar

facebook twiter google plus linkedin

classificados

Six Interfaces Figueiró Super Util

Tecnologia

Vagas do Sisu estão distribuídas em 52 municípios e 10 instituições do RS

13/01/2015
Em quarto colocado no ranking nacional de estados para a primeira edição de 2015 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), o Rio Grande do Sul tem mais de 14,1 mil vagas para o processo seletivo distribuídas em 52 municípios. São pelo menos 445 cursos de graduação disponíveis para os alunos em 10 instituições públicas de ensino superior. O estado fica atrás somente de Minas Gerais (24.900 vagas), Rio de Janeiro (16.544) e Paraíba (15.041). São vagas para bacharelado, licenciatura, em turnos matutino, noturno e integral. A Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), por exemplo, tem vagas para 88 cursos como administração, agronomia, ciências biológicas, comunicação social, engenharia ambiental e engenharia da computação, filosofia, física, geografia, história, matemática, química, entre outras opções de graduação. Também há vagas para estudantes na Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), Fundação Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA), Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS), Universidade Federal de Pelotas (UFPEL), Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Universidade Federal dO Rio Grande (FURG) e institutos federais. Vacaria esta entre os 52, municípios com vagas do Sisu 2015. As inscrições para o Sisu serão abertas na próxima segunda-feira, dia 19. As vagas já podem ser consultadas no site sisu.mec.gov.br. O aluno vai concorrer usando a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Das 205.514 vagas ofertadas por universidades federais, institutos tecnológicos e universidades estaduais, na primeira edição de 2015 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), 82.879 (ou 40%) estão destinadas a estudantes que atendam aos quesitos da Lei de Cotas, ou seja, que tenham cursado todo o ensino médio em escolas públicas.
Fonte:Adelar Gonçalves e Juliano Nunes/Dep. Jornalismo

Compartilhar

facebook twiter google plus linkedin

Comente este post!