Rádio Esmeralda

TEL: (54) 3231.7800 | (54) 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS) | (54) 9 8418.6298 (WHATSAPP)

Compartilhar

facebook twiter google plus linkedin

classificados

Six Interfaces Figueiró Super Util

Mensagens Antigas

AÇÕES E EXPLICAÇÕES

15/05/2020
Nesses tempos de isolamento ?forçado? temos a possibilidade de nos recolhermos e refletirmos sobre ações que andamos prometendo fazer e não concretizamos, tanto em relação a nós mesmos, quanto aos outros, em regra tomando por base justificativas como as abaixo. Veja se você se identifica com alguma dessas: - ?Precisamos nos encontrar mais seguido?; - ?Qualquer hora passo aí para te dar um abraço?; - ?No próximo final de semana pretendo ir visitá-los?; - ?Ando com saudades do nosso chimarrão, temos que nos ver?; - ?Quando der chego aí?; - ?Temos que nos encontrar numa hora dessas, mas os dias estão muito quentes, quando amenizar a temperatura marcamos?; - ?Vamos deixar para a próxima semana nossa reunião do grupo, está muito ventoso?; - ?Estava pronto para te visitar, no entanto aconteceu um imprevisto?; - ?Passei em tua casa, não cheguei porque achei que poderia te atrapalhar?; - ?A saudade é enorme, no entanto o frio não me deixa sair de casa?; - ?Nossa reunião aqui em casa não poderá se realizar, ainda estamos em reformas?; - ?Não irei à festa, pois não tive tempo de comprar uma roupa nova?; - ?A visita que prometi à família fica para o próximo mês porque estou com problema no carro?; - ?Talvez no Natal nos encontremos, no momento impossível, ando cheio de trabalho?. É incontável o número de oportunidades de conviver com aquelas pessoas com as quais nos sentimos bem que perdemos ao longo da vida. E isso, por acomodação, por egoísmo, por mau gerenciamento de tempo, por escolhas que priorizam, não raras vezes, atividades irrelevantes (como passar o dia com o celular na mão, expiando redes sociais). Vamos adiando, com desculpas pueris, ocasiões que nos proporcionariam estar mais próximos de quem nos faz bem, de quem amamos. Em época de pandemia ?ganhamos?, para parar e refletir, o tempo que sempre dizemos não ter (em razão da rotina atribulada que nos impomos por ?n? situações) e nos percebemos querendo colocar em prática ações prometidas, planos não iniciados, encontros marcados e não concretizados, talvez porque estejamos tendo a chance de nos tornar mais conscientes da nossa fragilidade, da nossa pequenez, da nossa passagem relativamente rápida e momentânea na Terra. Pessoalmente, estou prometendo a mim mesmo que, em futuro próximo, deixarei de dar explicações e partirei para a ação: quero visitar mais, rever pessoas que amo, ouvir/conversar mais com quem tenho a grata oportunidade de interagir trocando ensinamentos, dando e recebendo energias benfazejas. E isso, mesmo que me demande esforço (o que, estou consciente, me demandará). O momento propõe a revisão de nossos projetos de ações para que percebamos o real fundamento das nossas explicações. Replanejando o porvir vamos colocar em prática as ações que entendermos como prioritárias, deixando de justifica-las, o que nos levará a aproximação verdadeiramente de nossos semelhantes. Afinal, não por acaso, disse o Cristo: ?Amai-vos uns aos outros?. DIÁLOGO FRATERNO Danilo Schilling Jornal ?A FOLHA DO LITORAL? ed 640
Fonte:Danilo Schilling

Compartilhar

facebook twiter google plus linkedin
» Voltar