Rádio Esmeralda

TEL: (54) 3231.7800 | (54) 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS) | (54) 9 8418.6298 (WHATSAPP)

Compartilhar

facebook twiter google plus linkedin

classificados

Six Interfaces Figueiró Super Util

Educação

Aulas retornam em 8 de setembro

03/09/2020

 

O governo gaúcho definiu um novo calendário para o levantamento das restrições a atividades presenciais nas escolas do estado. As novas datas surgiram após debate envolvendo o Gabinete de Crise, Comitê de Dados e Comitê Científico, além da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), o Ministério Público e o Tribunal de Contas do Estado.

 

O calendário apresenta uma proposta de levantar as restrições, de forma escalonada, seguindo um protocolo único no estado e em regiões que estejam em bandeira amarela ou há pelo menos duas semanas em bandeira laranja. No entanto, conforme a coordenadora da 23ª Coordenadoria Regional de Educação, Cristina Boeia Fabris (foto), o governo não está obrigado os municípios a voltarem com as aulas presenciais.

A educação infantil, de acordo com o governo, será a primeira a ter as restrições levantadas, a partir de 8 de setembro. As escolas infantis do município da rede pública, não devem retornar, segundo a Secretaria Municipal de Educação. No entanto, as escolas particulares estão autorizadas a retornar se assim desejarem.

 

Os ensinos superior, médio e técnico terão as restrições levantadas a partir de 21 de setembro. O estado é o gestor da rede estadual de ensino médio e pretende retomar as aulas somente em 13 de outubro, devido ao prazo para aquisição de todos os materiais de higiene pessoal e contratação de recursos humanos.

Os anos finais do ensino fundamental poderão retornar a partir do dia 28 de outubro, e os anos iniciais, a partir de 12 de novembro. O governo garantiu que não haverá perda do ano letivo. 

 

 

Para haver o retorno, as bandeiras têm que estar amarela ou laranja e também tem que haver o aval das autoridades da saúde. Essa volta será com 50  por cento dos alunos em um dia e os outros 50 no outro dia, havendo um escalonamento, devido ao distanciamento social.

 

 

 

Fonte:Miro Santos/Rádio Esmeralda

Compartilhar

facebook twiter google plus linkedin

Comente este post!