• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Autor de duplo homicídio no interior de Vacaria já está preso

 Autor de duplo homicídio no interior de Vacaria já está preso
Digiqole ad

A Polícia Civil, pela Delegacia de Polícia de Vacaria, prendeu em flagrante, no final da tarde desta quarta-feira, 25.09.2013, JAIR FIGLESKI, 26 anos de idade, natural de Frederico Westphalen, suspeito de ter matado duas pessoas e tentado matar outra na localidade de São Pedro, interior do Município de Vacaria, RS.

Segundo o que restou apurado até o momento, o suspeito JAIR, de posse de uma arma de fogo ainda não apreendida, foi até a localidade de São Pedro, lugar em que as vitimas trabalhavam e, de surpresa, atirou contra ZELCIO e DARIO, que morreram imediatamente. Em seguida, JAIR, ainda de posse de arma de fogo apontada para a cabeça da vítima JOSÉ CLÓVIS, ordenou com que este carregasse os objetos, como aparelho de som e pelo menos 700 reais em dinheiro, até um automóvel e, em seguida, disparou contra a cabeça de JOSÉ CLÓVIS que caiu ao chão e se fingiu de morto. Logo após, JAIR fechou a casa, ateou fogo e fugiu, em direção a Vacaria, num automóvel GM/Corsa de propriedade da vítima ZÉLCIO. A vítima JOSÉ CLÓVIS BRANCO DE LIMA conseguiu arrancar uma tábua da parede e sair da casa em chamas até encontrar socorro.

De posse de tais informações, policiais civis da Delegacia de Polícia de Vacaria deram início às buscas, no bairro Barcelos, em Vacaria, local em que se sabia que JAIR tinha paradeiro, prendendo-o, em flagrante, pouco tempo depois do crime.
Antes de ser preso, JAIR FIGLESKI ainda capotou o automóvel GM/Corsa, nas proximidades da UCS, Campus Vacaria, e ateou fogo no veículo.

Na sede da Delegacia de Polícia de Vacaria, JAIR ficou sabendo que a vítima JOSÉ CLÓVIS não havia falecido e confessou o crime bárbaro perante a autoridade policial e seus agentes.

Policiais Civis, com apoio de Guardas-Municipais do Município de Vacaria, guarnecem o local do crime, que ainda permanece com resquícios de chamas, até a chegada da Perícia Oficial a cargo do IGP.

A vítima JOSÉ CLÓVIS BRANCO DE LIMA, 64 anos, que levou um tiro na nuca, sendo que a bala ficou alojada perto do olho direito, permanece internada no Hospital Nossa Senhora da Oliveira.

A identificação completa das vítimas que morreram no local, ZELCIO e DARIO, ainda não foi confirmada, já que seus corpos foram carbonizados pelo fogo.

Segundo o Delegado de Polícia Anderson Silveira de Lima, JAIR FIGLESKI já era investigado por envolvimento em vários furtos no interior do Município de Vacaria e tinha diversas passagens policiais por crimes como homicídio, homicídio tentado, roubo majorado, furto qualificado, formação de quadrilha, violação de domicílio, lesões corporais, favorecimento real, direção perigosa, entre outros, somando pelo menos 14 indiciamentos policiais.

JAIR FIGLESKI foi preso em flagrante lavrado pelo Delegado Vitor Fernando Boff como incurso em duplo crime de latrocínio consumado e um crime de latrocínio tentado, sendo encaminhado ao Presídio Estadual de Vacaria, sendo que irá responder a inquérito policial e estará sujeito a penas que podem variar entre 48 e 80 anos de prisão, se somadas.
DATA: 25 de setembro de 2013.

LOCAL: Crime: localidade de São Pedro, interior de Vacaria. Prisão: Bairro Barcelos, em Vacaria.

COORDENAÇÃO: Delegado de Polícia Anderson Silveira de Lima.

EFETIVO POLICIAL: dois Delegados de Polícia, três Inspetores de Polícia e uma Comissária de Polícia

Nº MANDADOS DE BUSCA E APREENSÃO: 00 (zero)

*Nº MANDADOS DE PRISÃO: 00 (zero)

PRESOS EM FLAGRANTE: 01 (um)

Nº VIATURAS: 02 (duas)

MATERIAL APREENDIDO: não houve

ANDERSON SILVEIRA DE LIMA,
DELEGADO DE POLÍCIA.

DELEGACIA DE POLÍCIA DE VACARIA.
(54.3231.1212)

 

Crédito: Delegacia de Polícia

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat