Rádio Esmeralda

TEL: (54) 3231.7800 | (54) 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS) | (54) 9 8418.6298 (WHATSAPP)

Compartilhar

facebook twiter google plus linkedin

classificados


  • CLASSIFICADOS 05/08/2020



    EMPREGO



    - Contratam-se montador de estrutura metálica, auxiliar de montagem de estrutura metálica, e almoxarifado, ambos com experiência em carteira de trabalho. Int. Enviar currículo para
    financeiro@metalurgicaserrana.com.br ou pelo Whatsapp 9 9984 1977 com Maristela.



     



    - Precisa-se de revendedoras para os produtos Avon, com comissões e brindes. Int. Tratar na Galeria do Comércio, sala 14 ou pelo fone ou 9 9163 9605.



     



    IMÓVEIS



    - Procura-se para alugar casa ou apartamento para um casal, valor até R$ 1.000,00. Quem tiver para alugar entrar em contato pelo fone 9 9653 7199.



     



    - Vende-se casa de 98m² com dois quartos, 3 banheiros e sala comercial medindo 6x4,5 toda fechada de grades no bairro Petrópolis, aceita-se carro no negócio. Int. Tratar pelos fones 3231 6170 ou whats 9 9144 1245.



     



    - Vende-se casa com 138m² no bairro Lomba Chata aceita-se troca por área de terra. Int. Tratar pelo fone 9 9922 3281.



     



    - Aluga-se apartamento na Rua Julio de Castilhos nº 1733 Centro. Int. Tratar pelo fone 3231 2598.



     



    - Vende-se bar, pub e pizzaria todo montado, decoração retro, mobiliado, ótimo ambiente, com estoque, valor R$ 25.000,00, aceita-se trocas, parcelamento no cartão e veiculo no negocio.Int. Tratar pelo fone 9 9669 7024.



     



    VEICULOS



    - Disponibiliza-se de uma caminhonete para pequenos fretes valor R$ 30,00 dentro da cidade, para pequenas mudanças R$ 40,00. Int. Tratar com Fretes LCM pelo fone 9 9640 3131.



     



    DIVERSOS



    - Vende-se lenha a partir de R$ 120,00 o metro, entrega a domicilio. Int. Tratar pelos fones 9 9972 0168 ou 3231 1488.



     



    - Vende-se serra fita destopadeira, exaustor e gabarito pra pallets. Int. Tratar pelos fones 9 8124 9119 ou 9 9972 7869.



     



    - Vendem-se jarras elétricas nas cores: vermelha, azul, rosa, preta e amarela. Int. Tratar pelo fone 9 8137 2647, falar com José.



     



    - Vende-se lenha, entrega a domicilio. Int. Tratar pelo fone 9 9920 7673 com Dirceu das Rosas no bairro Monte Claro.



     



    - Foi perdido um molho de chaves com um cordão azul. Quem encontrar entrar em contato pelo fone 9 9171 6560 ou entregar na Rua Silveira Martins nº 530. Gratifica-se.



     



    DOCUMENTOS



    - Foram encontrados os documentos de:



    Adilson Rodrigues Carvalho



    Ariel Vargas Santos



    Braulio de Godoi Veiga



    Douglas Vieira de Oliveira



    Eberson Oliveira de Jesus



    Elso Miguel dos Santos



    Flavia Garcia



    Gilvani dos Santos Silva



    Guilherme Martins Porto



    Igor Velho de Castilhos



    Luzia Varela Jara



    Maicon Augusto da Silva Moura



    Manoel Fonseca da Silva



    Rejane Bressan



    Sandy dos Santos Leske



    Thaina Fernandes



    Weslen Giovani



    Os mesmos devem retirar na Portaria da Rádio Esmeralda, em horário comercial.


Six Interfaces Figueiró Super Util

Jade Barbosa solta o verbo e afirma que CBG sabia da gravidade da sua lesão

12/01/2009
Pouco mais de duas semanas após a divulgação do resultado dos exames no seu punho direito, Jade Barbosa resolveu quebrar o silêncio. A ginasta brasileira, que voltou a treinar nesta segunda-feira no Flamengo após as férias, responsabilizou a Confederação Brasileira de Ginástica pela gravidade do seu problema. - Com certeza eles sabiam. Eu fazia exames de 15 em 15 dias. Não é possível que eles não soubessem o que estava acontecendo - afirmou Jade, após ser perguntada se a CBG sabia da gravidade de sua lesão antes dos Jogos de Pequim. A ginasta afirmou que a entidade não dizia a real situação de sua lesão e que tratava com descaso as dores que ela sentia. - Eles diziam que eu tinha uma inflamação e falavam: "Não é possível que doa tanto”. Não acreditavam no que a gente dizia, porque o médico falava que a gente não tinha nada. Então, diziam que estávamos de manha - contou ela, que tem pedra nos rins e disse ter sido proibida de beber água durante a concentração no CT de Curitiba. - Não precisava disso, né? Nem nutricionista a gente tinha lá. Cada uma comia o que queria. Depois, reclamavam do nosso peso - disparou. Questionada sobre a influência da lesão em seus resultados nos Jogos Olímpicos - favorita a uma medalha, ela ficou em oitavo lugar por equipes, sétimo no salto e décimo no individual geral, Jade foi categórica. - Com certeza atrapalhou. Usei protetor, o que já não é muito bom, e sempre tentava não forçar de um lado. No entanto, ela diz que não sentiu dor durante o período por causa da grande quantidade de analgésicos receitados pelo médico da CBG. - Nas Olimpíadas eu não achava que era tão grave porque eu tomava tanto remédio que não sentia nada. Quando eu já tinha vomitado muito e as competições tinham terminado, parei de tomar e comecei a sentir muita dor. Jade disse ainda que alguém da entidade deveria ter alertado seu pai sobre o perigo de disputar os Jogos Olímpicos de Pequim em sua situação. - O atleta quer muito competir sempre. Eu queria muito ir para as Olimpíadas. Se o Namba (Mário - médico da CBG) e a Eliane (supervisora técnica da seleção) tivessem falado com o meu pai que a situação era essa e perguntado a opinião dele, seria diferente. Mas eles tratam todo mundo assim. César, o pai da ginasta, também esteve presente no Clube de Regatas do Flamengo nesta segunda-feira, mas continuou evitando a falar sobre o assunto, já que a CBG ameaçou processá-lo pelas acusações feitas por ele após as Olimpíadas da China. César limitou-se a dizer que a entidade não soube diagnosticar o problema. - O Namba só dizia o tempo todo que era tendinite. Procurada pelo GLOBOESPORTE.COM, a CBG não pretende se pronunciar mais sobre o caso. - Nem sei o que ela falou, mas nós já dissemos tudo o que tínhamos que falar. Está tudo esclarecido e a gente não tem que ficar um falando de um lado e eles respondendo do outro - disse Eliane Martins, que deixará o cargo no fim do mês, assim como a atual presidente, Vicélia Florenzano. A presidente eleita da CBG Maria Luciene Resende, que assumirá o cargo em fevereiro, e o médico Mário Namba não foram encontrados para responder às acusações da ginasta.
Fonte:Globo

Compartilhar

facebook twiter google plus linkedin

Comente este post!