Rádio Esmeralda

TEL: (54) 3231.7800 | (54) 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS) | (54) 9 8418.6298 (WHATSAPP)

Compartilhar

facebook twiter google plus linkedin

classificados


  • CLASSIFICADOS 27/02/2020



    EMPREGO



    - Precisa-se de 20 pessoas para colheita da maçã por rendimento, pagamento quinzenal, livre de almoço. Int. Tratar pelo fone 9 9910 6997.



     



    - Precisa-se de pedreiros com experiência. Int. Tratar pelo fone 9 9647 1385.



     



    - Cunhados Peças contrata Vendedor interno: salário normativo mais comissões e Auxiliar de estoque: salário normativo. Int. encaminhar currículo para:
    atendimento@cunhadospecas.com.br



     



    - A NBN Sementes contrata um casal para trabalhar com jardinagem e limpeza da propriedade. A Fazenda oferece casa para moradia. Int. Devem ligar para Jaine no telefone 54 9 9911 9216.



     



    - Um senhor sozinho com 65 anos se oferece para trabalhar como caseiro em sitio, possui referencias. Int. Tratar pelo fone 9 9998 7259.



     



    - Um homem faz serviços de eletricista, encanador, consertos de maquinas de lavar roupas, micro-ondas e eletrodomésticos em geral, possui experiência de 25 anos. Int. Tratar pelos fones 9 9951 6999 ou 9 9982 9746.



     



    - Um rapaz se oferece para trabalhar em sitio, com gado ou maquinas agrícolas, possui experiência e referencia. Int. Tratar pelos fones 9 8413 0184 ou 9 8412 2680.



     



    - Empresa do ramo florestal se oferece para fazer trabalhos como roçados, plantios de arvores, podas e desbaste pré comerciais em pinus. Int. Tratar pelo fone 9 9906 9254.



     



    IMÓVEIS



    - Procura-se casa para alugar com 3 quartos, paga-se até R$ 600,00. Int. Tratar pelo fone 9 8422 8410.



     



    - Vende-se apartamento na Rua Inácia Vieira, no centro, próximo a bica com dois quartos, cozinha e área de serviço separadas. Int. Tratar pelo fone 9 9911 2730.



     



    - Aluga-se uma casa no bairro Vitoria de madeira com 5 peças ou vende-se . Int. Falar com Rafael pelos fones 9 9600 7569 ou 9 9638 7168.



     



    - Vende-se casa de alvenaria em construção na Rua Rui Barbosa nº 20 bairro São Francisco a 30 metros da Avenida Bampi, com contrato de compra e venda aceita-se carro. Int. Tratar pelo fone 9 9986 0361.



     



    - Aluga-se salas comerciais de vários tamanhos com ótima posição solar, interfones e banheiro, bem localizada na Rua Julio de Castilhos em cima da Kilojão no centro de Vacaria. Int. Tratar pelo fone 9 9974 1998.



     



    ANIMAIS



    - Vendem-se filhotes de linguiçinha puros. Int. Tratar pelos fones 9 9973 1771 ou 3231 2702.



     



    - Foi perdido entre a Capela da Luz e o posto do Baião um cachorro Dogo branco com pintas pretas. Informações pelo fone 9 9635 1768.



     



    - Desapareceu das proximidades do bairro São João uma vaca preta e dois terneiros Jersey vermelho. Informações pelo fone 9 9903 9399. Gratifica-se.



     



    VEICULOS



    - Vende-se caminhão Mercedes 11 13 truck ano 79 motor novo, entrega revisado, caixa e diferencial. Int. Tratar pelo fone 9 9962 0355 ou à noite a 9 9912 8216.



     



    DIVERSOS



    - Vende-se lenha a partir de R$ 120,00 o metro, entrega a domicilio. Int. Tratar pelos fones 9 9972 0168 ou 3231 1488.



     



    DOCUMENTOS



    - Foi perdido um RG em nome de Maria Lindinalva Nunes dos Santos Soares. Int. Tratar pelo fone 9 9192 1779. Gratifica-se.



     



    - Foram encontrados os documentos de:



    Amurábia Mirelly Araújo



    Bernardina A Freitas



    Carlos Vinícios Rocha de Souza



    José Carlos Costa de Freitas



    Luiz Carlos Alves Pereira



    Meiriélen de Mello Lopes



    Pedro H. Rosário de Almeida



    Sebastião L de A Santos



    Os mesmos devem retirar na Portaria da Rádio Esmeralda, em horário comercial.


Six Interfaces Figueiró Super Util

Região

Rio Grande do Sul registra 35 mortes pelo vírus H1N1 em 2016

07/05/2016

O boletim semanal que informa dados sobre dengue, zika, chikungunya e gripe no Rio Grande do Sul, atualizado pela Secretaria Estadual da Saúde, foi divulgado nesta sexta-feira (6). Os novos dados apontam para aumento de mortes pelo vírus H1N1, chegando a 35. No total, são 36 óbitos por gripe, mas uma delas ainda não teve o subtipo especificado.

Na semana passada, o relatório mostrava 23 mortes por H1N1. Os casos notificados de Influenza em 2016 subiram para 177, sendo que 169 são de H1N1. A 18ª semana epidemiológica vai de 1º de maio até o dia 7.

Depois de a SES anunciar a chegada de 840 mil novas doses de vacina contra a gripe, as cidades gaúchas que estavam sem vacinação voltaram a ser reabastecidas e a retomar a imunização. Em Porto Alegre, a Secretaria Municipal da Saúde informou que volta a aplicar doses na tarde desta quinta nos postos de saúde.

No relatório sobre dengue, foi confirmada a primeira morte. Trata-se de uma mulher moradora de Faxinalzinho, na Região Norte, que contraiu infecção no município de Chapecó, em Santa Catarina, e morreu no dia 23 de abril. Ou seja, o caso é importado.

Os casos suspeitos de dengue chegam a 6.337. Desses, 1.213 foram confirmados. Entre os confirmados, 243 são casos importados (contraídos fora do estado) e 970 são autóctones (dentro).

Sobre o vírus da zika, o boletim informa que foram notificados 455 casos suspeitos. Destes, 26 foram confirmados, e 8 são autóctones, de pessoas residentes em Frederico Westphalen, Santa Maria, Ivoti, Rondinha, Novo Hamburgo e Porto Alegre - na capital gaúcha são três, sendo que os dois mais recentes foram informados nesta quinta. São dois homens que moram na mesma casa, na Zona Norte.

O Rio Grande do Sul ainda não apresenta casos autóctones de febre chikungunya. Neste ano, já foram notificados 286 casos de suspeitos, e 18 casos confirmados. Todos são importados, de moradores de Porto Alegre, Santa Maria, Estância Velha, Passo Fundo, Caxias do Sul, Cacique Doble, São Borja e Rio Grande, que viajaram para Bahia, Pernambuco, Minas Gerais e São Paulo.

A Secretaria ds Saúde destaca a importância de os moradores dos bairros onde houve confirmação de casos autóctones, seja de dengue, seja de zika, adotarem medidas de proteção individual, como uso de repelente corporal e de roupas com pernas e mangas compridas, uso de repelentes elétricos, para colocação em tomadas, uso de telas em janelas, além de aumentar os cuidados com a eliminação de criadouros de mosquitos em residências, seja áreas internas, seja externas.

Fonte:http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2016/05/rio-grande-do-sul-registra-35-mortes-pelo-virus-h1n1-em-2016.html

Compartilhar

facebook twiter google plus linkedin

Comente este post!